Viagens Low Cost Madrid

A cidade está localizada sobre o rio Manzanares, no centro do país e da Comunidade de Madrid (que compreende a cidade de Madrid, a sua área urbana e seus subúrbios); esta comunidade faz fronteira com as comunidades autónomas de Castela e Leão e de Castela-Mancha. Como capital nacional, sede do governo e residência do monarca espanhol, Madrid é também o centro político, económico e cultural da Espanha. A atual prefeita é Manuela Carmena, do Ahora Madrid (Podemos). A cidade abriga a sede da Organização Mundial do Turismo (OMT) — pertencente à Organização das Nações Unidas (ONU), da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI) e do Public Interest Oversight Board (PIOB). Madrid também abriga importantes instituições internacionais reguladoras da língua espanhola, como a Real Academia Espanhola (RAE) e o Instituto  de Cervantes
Madrid é considerada o maior centro financeiro do Sul da Europa e da Península Ibérica, além de sediar a grande maioria das principais empresas espanholas, como Telefónica, Repsol e Iberia. Madrid é a décima cidade mais habitável do mundo segundo a classificação de 2010 da revista Monocle, além de ter sido considerada uma das 12 cidades mais verdes da Europa no mesmo ano.
Apesar de possuir uma infraestrutura moderna, a cidade preservou muitos de seus bairros e ruas históricas. Entre seus marcos estão o Palácio Real de Madrid; o Teatro Real; o Parque do Retiro, fundado em 1631; o edifício da Biblioteca Nacional da Espanha, fundada em 1712; vários museus nacionais[17] e o chamado “Triângulo de Ouro da Arte”, localizado ao longo do Paseo del Prado e composto por três importantes museus de arte: o Museu do Prado, o Museu Rainha Sofia e o Museu Thyssen-Bornemisza.[18] A Praça de Cibeles também tornou-se um dos principais símbolos da cidade.

Viagens Low cost Madrid – preço dos bilhetes

Voos a 58€ com partida de Lisboa através da Easyjet, ou voos a 40€ com partida do Porto, também através da Ryanair. Sendo que o valor é por pessoa, e as taxas estão incluídas.

Se marcar voo ida e volta seja a partir de Lisboa ou do porto, com alguma antecedência, pode-se tornar bastante acessível às carteiras, para além de que viajar só faz bem, pois alarga os nosso horizontes.

Ao fazer a reserva do voo já incluindo o booking do hotel, através do site da logitravel, não só se torna mais pratico, como também económico, pois pode ser em tempo real os preços praticados no mercado para as datas que pretende fazer a viagem. Não se esqueça de ter sempre em conta, aonde quer ficar, pois será mais barato ir para um hotel de 3 estrelas do que ir para um de 5 estrelas.

Como Ir do Aeroporto de Madrid até ao centro da cidade?

ão três as formas mais práticas de ir do aeroporto de Madrid ao centro da cidade e vice-versa: de autocarro, metrô ou táxi. Tudo vai depender de quanto você quer gastar e de qual horário você fará o trajeto.
O Aeroporto de Madrid-Barajas fica a 12Km do centro da capital espanhol e é também conhecido como Adolfo Suárez Madrid-Barajas. São quatro os terminais, chamados de T1, T2, T3 ou T4. Portanto vale ficar atento de onde parte seu voo caso seu trajecto seja da cidade para o aeroporto.

Agora, em Madrid, o que visitar?

A capital espanhola, Madrid, é uma cidade de culto boémio desde o período pós-franquista – conhecido por “movida madrilena”. Hoje em dia, continua a destacar-se tanto pela animação, como pelos museus, pelos mercados e pelos seus habitantes.

Catedral de la Almudena
A Catedral de Santa Maria a Real de Almudena é considerada, por muitos, o edifício religioso mais relevante de Madrid e, em 1993, foi decretada pelo Papa João Paulo II como a única catedral consagrada fora de Roma. Demorou 110 anos a ser construída! O interior da Catedral tem pormenores encantadores, como os vitrais e o teto, que fogem do estilo clássico da época apostando em cores garridas e linhas retas.

Convento de las Descalzas Reales
Este convento de Madrid é simultaneamente um museu premiado e situa-se nos arredores da agitada Porta do Sol e Gran Vía. Nos primórdios, era um palácio e só depois se tornou num convento, cujas freiras eram franciscanas mas, como todas tinham origens aristocráticas, eram conhecidas como as “descalças reais” e, por esse nome, ficou conhecido até aos dias de hoje.

El Rastro
O El Rastro é um histórico e colorido mercado (funciona ao domingo e feriados) que tem à venda, nas suas bancas, artigos de todo o género, desde os mais banais aos mais peculiares, de roupas a mobílias vintage, num ambiente fervilhante. Apesar de emanar esta animação, a sua origem é um pouco macabra. “Rastro” (rasto em português) remonta aos tempos em que aquelas ruas faziam parte do percurso para os matadouros, nas quais ficavam rastos de sangue dos animais transportados.

El Retiro
O Parque del Retiro é o pulmão de Madrid desde que abriu ao público, em 1868, e nele pode desfrutar, além dos espaços verdes, de espetáculos de marionetas, música ao vivo e aluguer de barco a remos para passear no lago. Tudo isto, num ambiente animado e com elementos decorativos que não passam despercebidos. No Retiro deve ficar a conhecer: o Portão da Independência; o Estanque (o lago); o Monumento a Afonso XII; o Palácio de Velázquez; a escultura do Anjo Caído; o Palácio de Cristal; Rosaleda (roseiral com mais de quatro mil rosas).
Estação de Atocha
A estação de Atocha é a estação mais relevante de Madrid e foi a primeira da cidade, inaugurada em 1851. O edifício foi remodelado inúmeras vezes e devido à crescente afluência houve a última ampliação na qual a estação ficou dividida em três partes: Madrid-Puerta de Atocha, Madrid-Atocha Cercanías e Atocha Renfe (estação de metro). Nesta estação, além da beleza arquitetónica do edifício, encontra no seu interior o Jardim Tropical, no qual coabitam cerca de 500 espécies de animais e plantas. No exterior da estação, tem um monumento em homenagem às vitimas do atentado que aqui ocorreu a 11 de março de 2004.
Outros sítios interessantes:
– Estádio Santiago Bernabéu
– Palácio Real
– Puerta del Sol

Dicas úteis para as suas férias em Madrid:

Hoje em dia os smartphones são os nossos melhores amigos para viagens. Lá pode usar o GPS e aplicações que irão certamente ajudar a encontrar os lugares a que pretende chegar. Aqui ficam algumas aplicações indispensáveis para uma viagem a Paris.

Partilhar :)

Viagens Low Cost Madrid