Uma escapadela de 3 dias em Freiburg (Alemanha)

Freiburg é uma cidade da região de Breisgau, atravessada pelo rio Dreisam e quase totalmente cercada de montanhas e da mais perfeita natureza. Cidade universitária de excelência, é também considerada como a mais quente e solarenga da Alemanha, oferecendo uma grande qualidade de vida e uma vivência cultural invejável.

Apesar do seu ambiente de conto de fadas medieval, é uma das cidades mais ecológicas do planeta, sendo famosa pelo seu desenho urbano, pelas suas construções eco-friendly, pela produção, pesquisa e utilização de energia solar e pela ausência de carros no centro histórico, conjugada com um eficiente sistema de transportes públicos que assegura a mobilidade.

A cidade:

Freiburg é a cidade mais ensolarada e quente da Alemanha.
Conhecida como a “Toscana da Alemanha”, Freiburg é, além de uma ótima cidade universitária que encanta não apenas seus alunos e turistas , um tesouro na borda da Floresta Negra. O primeiro registro de uma cidade nessa região foi em 1008, e em 1091 o duque Bertold II  começou a  desenvolver uma pequena cidade em volta da montanha (Schlossberg). E foi assim que surgiu Freiburg. Em 1200 foi iniciada a construção da Freiburger Münster, ou também chamada de Münster Unserer Lieben Frau, a belíssima catedral de Freiburg.

O centro é livre de carros e sendo assim a cidade também é conhecida por ser ecologicamente correta e ter a fama de ser a capital das bicicletas da Alemanha. Na verdade, a capital das bicicletas é a cidade de Münster, por ter mais bicicletas que pessoas. Mas, foi Freiburg que levou esta fama por ser um exemplo de cidade ecológica e por seus habitantes preferirem utilizar a bicicleta ao carro,
O centro se espalha aos pés do Schlossberg e em volta da catedral. Caminhe pelas ruazinhas e se concentre nas principais praças da cidade, a Münsterplatz e a Rathausplatz, e aprecie os prédios mais famosos e importantes destas áreas.
Há muitos restaurantes com mesinhas espalhadas nas praças, principalmente na Münsterplatz. A comida é maravilhosa.
Quem quer mesmo conhecer, apreciar e viver como um habitante de Freiburg, deve pegar um cesto de piquenique, enchê-lo de garrafas de vinho, salsicha vermelha, presunto da Schwarzwald e Brezeln, subir o Schlossberg numa noite de verão, e, à sombra de uma árvore, apreciar os vinhedos, a vista para a igreja e universidade.

Como encontrar os Voos mais Baratos com hotel:

Oferecemos uma escapadinha de 3 dias a Freiburg com Voo + Hotel a partir de 196€

Através do site edreams, consegue não só fazer uma pesquisa por voos, ida e volta, a melhor altura para viajar, como também, encontrar as melhores opções que incluem voo + hotel, onde as taxas já estão incluídas.

Há um leque variado de alojamento, para todos os gostos e carteiras.

Os aeroportos a saber:

O Euroairport Basel-Mulhouse-Freiburg é um aeroporto bi-nacional. Construído em solo francês, a cerca de 4 Km de Basileia, tem ligação a esta cidade por uma estrada sem portagens. Quando se chega ao aeroporto, pode-se escolher por ir para os serviços da Suíça e ir para Basileia, ou ir pelos serviços de França. Se quer ir para a Basileia, tem de se ter atenção para se sair somente pelo controlo de passaportes suíço, senão já estará em solo francês.

Para uma visita de 3 dias a Freiburg (Alemanha) pode ver:

Praça Comemorativa – Se você andar na cidade alemã de Freiburg im Breisgau, em Baden-Württemberg, você vai ver a pequena ouro comemorativa quadrado. Estes quadrados estão no terreno, escondido no centro da cidade e homenageia as vítimas deportados para campos de concentração durante a Segunda Guerra Mundial por soldados alemães. De fato, em 1940, muitos habitantes judeus foram conduzidos em campos franceses chamaram acampamento Gurs e depois deportados para Auschwitz em 1942.

Museu schwedenspeicher – Stade foi durante muito tempo mais importante do que Hamburgo, levando grande parte dos produtos provenientes do mar do Norte, de modo que a sua história se remonta a séculos atrás e sofreu todos os tipos de invasões e guerras. O Museu da Cidade, instalado no que antes era um armazém de quando os suecos dominaram essa região, é a melhor maneira de seguir a cronologia dos acontecimentos que o levaram até os dias de hoje. Possui uma importante coleção de elementos recuperados das águas.

Schauinslandbahn – vendo a Floresta Negra de dentro
Comece o dia com muita vista e ar puro, conhecendo uma espécie de amostra da Floresta Negra. Basta pegar o Bondinho Schauinslandbahn que vai até uma das montanhas da Floresta Negra, que se chama Schauinsland e tem 1,284 m de altura. Ele, claro, usa energia sustentável.

Almoço – Restaurante amadys ,  Stade é uma cidadezinha muito tradicional, com charme histórico e encantador, tão surpresa encontrou um lugar a meio caminho entre o tradicional, moderno e art nouveau. situado no centro, bem cerca do canal que atravessa a cidade, oferece uma enorme variedade de de comida especialmente alemã, com um toque inovador. Os pratos são enormes, por isso é tao difícil ficar com fome. 🙂

Münster – cartão postal da cidade
A Münster de Freiburg é uma igreja gótica que começou a ser construída em 1200! A região da Münster permaneceu intocada em todas as guerras (ao contrário de grande parte de Freiburg). Na praça estão também outros predinhos lindos e antigos e há uma feira de comida, artesanato e flores de segunda a sábado das 9h às 14h, por isso vale a pena chegar antes de acabar a feira!

Seepark – um passeio tranquilo pelo parque
Para sair um pouco do centro histórico e passear por um dos parques da cidade – você pega o bonde número 1 direção Landwasser e desce no ponto Am Bischofskreuz . Lá você chega rapidinho a pé no Seepark – com muito verde, um lago com vários patinhos.

Jantar –  Weber Weinstube: (Hildastraße 35), fica dentro do bairro Wiehre, mas dá para ir a pé do centro ou do ponto da JohannesKirche . Lá tem a opção de pedir essas comidas em versão “tapas”, assim dá pra provar as três e escolher dentre vários vinhos da região.

Partilhar :)

Uma escapadela de 3 dias em Freiburg (Alemanha)